joão gilberto vaz joao gilberto vaz

Sheika do Catar busca parcerias em pesquisa e cultura no Brasil

Rio de Janeiro – No sábado, a Sua Alteza do Catar, Sheika Moza bint Nasser, visitou as instalações da Petrobras e a Biblioteca Nacional para conhecer de perto o trabalho desenvolvido nas instituições e discutir oportunidades de parceria para a Fundação do Catar, da qual é presidente, e para a Biblioteca Nacional do país. No Brasil até terça dia 17, a Sua Alteza ainda visitará o Maracanã, a favela da Rocinha e comunidades indígenas do Pará.
Acompanhada pela sua equipe e pelo Dr. Thomas Zacharia, vice-presidente executivo de pesquisa e desenvolvimento da Fundação do Catar, a Sua Alteza Sheika Moza conheceu os laboratórios do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), na Ilha do Fundão, onde pode ver a estrutura e o trabalho desenvolvido na área de energia sustentável.
“A Fundação do Catar tem um papel importante na capacidade de pesquisa da nossa nação. Para avançar ainda mais nossa posição no cenário internacional de pesquisa e tecnologia, é fundamental aprender e compartilhar experiências com outros centros experientes, como o Cenpes”, disse Sheika Moza em encontro com Graça Foster, presidente da Petrobras, com quem falou sobre a importância da relação entre universidades e parques tecnológicos.
A Fundação do Catar tem grande comprometimento com energias renováveis incluindo energia solar e biodiesel. A área de desenvolvimento e pesquisa já esta trabalhando em um projeto em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal do Espírito Santo, Universidade Federal do Ceará e a Universidade Estadual de Maringa.
Dr. Thomas também se mostrou entusiasmado com a possibilidade de parceria com o centro. “Um dos pilares da estratégia de pesquisa da Fundação do Catar é investir em outras fontes de energia e conservação do meio ambiente. Cenpes é um líder mundial nessa área e seria um ótimo parceiro para nós”, diz ele.
Em seguida, Sua Alteza deu mais um importante passo para a criação de programas conjuntos entre a Biblioteca Nacional do Catar e a do Brasil. Em reunião na Biblioteca Nacional com o Dr. Renato Lessa, presidente, e Monica Rizzo Soares Pinto, diretora de Referência da Biblioteca e Centro de Difusão, Sheika Moza falou sobre o projeto de criar um arquivo digital que irá proporcionar um conhecimento sobre a rica história do Catar.
“A Biblioteca Nacional do Catar pretende ser referência em nossa região e em todo o mundo na parte de restauração e digitalização. A Biblioteca Nacional do Brasil tem um número de coleções com importância global, e eu estou interessada em aprender sobre suas experiências na restauração de livros danificados e manuscritos. A construção de programas conjuntos nos ajudará a aprender mais uns com os outros” disse Sheika Moza.
Por conta do ano cultural do Catar no Brasil em 2014, Sua Alteza Sheika Moza aproveitou para discutir as possibilidades de apresentar a contribuição da cultura árabe na história do Brasil.
“Identificamos documentos e materiais que relatam a presença de árabes na América do Sul e de brasileiros no mundo árabe e isso já demonstra a longa historia de parceria que existe entre as nossas nações”, completa a Sua Alteza, encerrando o primeiro dia de visitas.
Sobre Sua Alteza Moza bint Nasser
Ativista política e presidente da Fundação do Catar, a Sua Alteza Moza bint Nasser desenvolve ações sociais na área da educação, ciência e desenvolvimento comunitário para os moradores do Catar, além de ser fundadora da Organização não-governamental Education Above All, que promove o direito à educação em áreas afetadas ou ameaçadas por crises, conflitos e guerras, contribuindo para o desenvolvimento humano em diversos países do mundo.

FONTE: http://www.plantaonews.com.br/conteudo/show/secao/48/materia/89989/t/Sheika+do+Catar+busca+parcerias+em+pesquisa+e+cultura+no+Brasil

Publicar Comentário

*