joão gilberto vaz joao gilberto vaz

Brasil passa longe de estádios da Copa e transforma visita ao Mineirão em exceção

Na próxima quarta-feira a seleção brasileira jogará pela primeira vez num dos estádios reformados para a Copa de 2014. O novo Mineirão, inaugurado em dezembro de 2012, será palco do amistoso do Brasil contra o Chile. Receber um jogo do time de Scolari fora das competições como a Copa das Confederações, em junho, e a Copa do Mundo de 2014 será um fato raro para as renovadas arenas brasileiras.

Antes do Mundial, por exemplo, além do estádio de Belo Horizonte, apenas a Fonte Nova, o Maracanã, o Castelão e o estádio Nacional de Brasília terão com certeza partidas do Brasil. Dificilmente outra arena receberá jogos do time de Luiz Felipe Scolari.

Estádio de Belo Horizonte receberá amistoso da seleção brasileira contra o Chile na quarta

O contrato da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) com uma empresa árabe que detém exclusividade sobre os jogos da seleção, critérios políticos nas escolhas das praças que recebem jogos e até a demora para a conclusão de algumas arenas explicam a escassez de partidas do Brasil em estádios da Copa.

Além da Copa das Confederações, que começa em junho, o Brasil jogará pelo menos outros nove jogos antes da Copa do Mundo de 2014. Sete deles serão em datas Fifa, quando Felipão poderá convocar jogadores que atuam na Europa, o que não ocorre, por exemplo, no amistoso desta quarta.

Essas partidas, porém, são definidas pela empresa árabe ISE, que detêm até 2022 exclusividade sobre os amistosos da seleção brasileira. É praxe que esses jogos aconteçam na Europa ou em países árabes como o Qatar, onde os cachês são mais altos. A CBF não tem poder de decisão sobre os locais dos jogos.

Restariam para os estádios da Copa amistosos como o desta quarta-feira, fora da data Fifa e apenas com jogadores que atuam no Brasil. Acontece que os estádios de Manaus, Natal, Porto Alegre, São Paulo, Curitiba e Cuiabá, que não sediarão jogos da Copa das Confederações, só ficarão prontos entre dezembro de 2013 e janeiro de 2014, segundos as previsões oficiais.

Por enquanto, a CBF prevê apenas um jogo amistoso no ano do Mundial, uma data Fifa, marcada para fevereiro. É provável, entretanto, que jogos com time caseiro aconteçam meses antes do Mundial.

Porém, dificilmente essas partidas devem acontecer nos estádios da Copa. Isso por uma questão política. As vésperas da eleição da CBF, marcada para abril de 2014, a direção da entidade deverá marcar jogos em locais que ficaram sem o Mundial, como Belém, Goiânia e Maceió para agradar os cartolas locais em troca de votos no pleito. José Maria Marin já prometeu que não será candidato no pleito, mas apoiará o atual vice Marco Polo Del Nero.

 

FONTE: http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2013/04/23/primeiro-estadio-da-copa-a-receber-brasil-mineirao-sera-excecao.htm?cmpid=ctw-copa-do-mundo-2014-news

Publicar Comentário

*