joão gilberto vaz joao gilberto vaz

A realidade do mercado começa a fazer as primeiras vitimas

Decepcionada, Geo Eventos fecha seção de esportes

GUILHERME COSTA
Da Máquina do Esporte, São Paulo – SP

A Geo Eventos encerrou neste mês a divisão de esportes. A empresa de entretenimento das Organizações Globo demitiu toda a equipe que trabalhava na área, e a justificativa foi a decepção: segundo a empresa, o mercado não correspondeu ao investimento feito nos últimos anos.

O sentimento de frustração que empresa revelou a seus funcionários é um reflexo do que aconteceu no mercado. Em 2011, por exemplo, a Geo recebeu do comitê organizador local (COL) da Copa do Mundo de 2014 o direito de organizar o sorteio das Eliminatórias. Em troca, pôde buscar patrocinadores e parceiros para o evento.

No entanto, a Geo só conseguiu parcerias com a Secretaria de Esporte e Lazer e com a Riotur, duas entidades públicas. E recebeu R$ 30 milhões de prefeitura e governo do Rio de Janeiro (R$ 15 milhões de cada).

A mudança é a terceira alteração de grande porte na Geo Eventos nos últimos dois anos. Em 2011, a empresa havia anunciado uma série de medidas para aprimorar o processo de gestão.

Naquela época, uma das mudanças foi dar autonomia comercial para cada uma das áreas da Geo – além de esportes, a empresa tinha braços de entretenimento e arenas. Claudio Santos, executivo que trabalhava no Grupo RBS, assumiu a vice-presidência comercial e de marketing da companhia.

Em 2012, porém, a Geo passou por mais uma mudança. Em comunicado oficial, Globo Comunicação e Participações S.A. e o Grupo RBS anunciaram o fim da sociedade que mantinham na agência.

A Globo assumiu todo o capital e os ativos da Geo. A empresa anunciou que pretendia investir em uma plataforma de eventos com espectro mais amplo, mas sem perder foco em esportes, entretenimento e negócios.

O fim da divisão de esportes ainda será oficializado em nota. A última atividade da área será o Billabong Rio Pro, etapa do circuito mundial de surfe profissional. O evento será realizado entre os dias 9 e 20 de maio, no Rio de Janeiro.

Os outros projetos da Geo no esporte já foram descartados. A empresa já tinha contratos, por exemplo, para realizar jogos de despedida para o goleiro Rogério Ceni (São Paulo) e o meia Deco (Fluminense).

FONTE: http://www.maquinadoesporte.com.br/i/noticias/gestao/29/29549/Decepcionada-Geo-Eventos-fecha-secao-de-esportes/index.php

Publicar Comentário

*